Unidades: São Paulo: Santo Amaro (11) 5687-2245 - Jabaquara (11) 4858-1551 - Votuporanga (17) 3422-8558 - Unidade Natal-RN (84) 4042-2040

Detalhes da Artigo

A Profissão de Auxiliar de Veterinária

A profissão de Auxiliar de Veterinária

Com a evolução da medicina veterinária para animais domésticos o médico veterinário está a cada dia, concentrando suas atividades nas ações mais complexas, e necessitando de um auxiliar bem preparado para ajudá-lo nas demandas das clínicas. O Auxiliar veterinário uma é profissão crescente e uma excelente porta de entrada para pessoas que pretendem ingressar na área. Ideal para quem pretende cursar uma faculdade de medicina veterinária, ou quem já está estudando e gostaria de antecipar o ingresso na área antes de concluir a faculdade.

O Auxiliar de Veterinária é o profissional responsável por cuidar dos animais mediante instruções do veterinário.

Um Auxiliar de Veterinária irá realizar a aplicação de medicamentos como, vacinas na dosagem recomendada nas mais diversas vias de aplicação, cuidar da instrumentação cirúrgica, auxiliar nas cirurgias quando requisitado e acalmar os cães ou gatos, preparar banho e tosa, administrar corretamente as mercadorias e sempre manter o controle para reposição das mesmas, cuidar da higiene e realizar as tosas das raças com as ferramentas corretas, adequadas a cada tipo de pelo/pelagem, tratar das maternidades, verificando se as instalações estão corretas , observando o comportamento das mães e crias, cuidando de sua higiene e nutrição.

Para que o profissional tenha um bom desempenho como Auxiliar de Veterinária além da graduação é essencial que possua boa disposição física, capacidade de comunicação, concentração e decisão.

Estes profissionais podem trabalhar em espaços como clínicas e hospitais veterinários, instituições de recolha de animais, lojas de animais, empresas que prestem serviços de pet sitting, entre outros.

 

Possíveis funções de um Auxiliar de Veterinária

1 –  Prestar  assistência  ao  Médico  Veterinário  nas  tarefas  de  assistência  clínica, diagnóstico, urgências e intervenções cirúrgicas.

2 –  Preparar  o  material  necessário  para  as  diversas  intervenções  de  diagnóstico e assistência clínica.

3 – Manter operacional o espaço de laboratório, sala cirúrgica, farmácia, consultório e área de hospitalização.

4 – Efetuar a preparação e contenção de animais em contexto de consulta, tratamentos, meios de diagnóstico e hospitalização.

5 – Prestar cuidados de higiene aos animais.

6 – Efetuar a limpeza e organização do espaço de trabalho.

7 – Efetuar a gestão de stocks.

8 – Estabelecer contactos comerciais com marcas e distribuidores, sob supervisão do diretor clínico responsável.

9 – Efetuar o atendimento e receção ao cliente.

10 – Gerir a marcação das consultas.

11 – Elaborar e preencher as fichas de clientes.

12 – Cuidar temporariamente de animais de companhia (Pet Sitting).

13 – Efetuar o atendimento ao público em loja de animais (Pet Shops)

Olá, hoje vamos falar um pouco sobre a profissão de auxiliar de veterinária,

Suponho que, se você chegou até aqui, é porque realmente ama animais, estou certo?

A primeira coisa que você precisa saber, é que existe uma grande diferença entre amar animais e trabalhar com eles no dia a dia.

Até porque, muitas pessoas só têm contato com cachorros e gatos ao longo da vida. Mas, no mundo da veterinária, você trabalhará com vários outros tipos de bichos. Dependendo, claro, de onde trabalha o auxiliar de veterinária, até mesmo bichos exóticos fazem parte do cardápio.

E acredite, a maioria deles não gosta de veterinários, assim como você, provavelmente, não gosta de ter que ir ao médico ou ao dentista, por exemplo.

E é lógico que como auxiliar, suas funções diárias estarão relacionadas a cuidar das partes, digamos, “mais operacionais” do trabalho de um veterinário.

Mas, é uma boa ideia começar por aí, se você acha que leva jeito para a coisa e quer verificar na prática, como se sairia atuando na área.

O problema é que, mesmo não precisando de uma faculdade para ser auxiliar, é preciso fazer um curso profissionalizante, que normalmente é pago.

Mas, vamos com calma, porque mesmo os caminhos mais difíceis, sempre tem alguns atalhos e macetes que podem te ajudar.

Então, vamos começar pelo básico, explicando o que faz o auxiliar de veterinária na maioria dos casos.

O QUE FAZ O AUXILIAR DE VETERINÁRIA?

Ao contrário do que você pode imaginar, o mercado de trabalho do auxiliar de veterinárianão inclui apenas clínicas e hospitais.

Principalmente, no começo da carreira!

Mas, acho que você vai perceber que existem outras possibilidades, pela lista de funções mais comuns, atribuídas ao auxiliar de veterinária:

Percebeu como algumas funções são genéricas? Não? Então pense comigo, o que significa garantir um ambiente calmo?

Ora, já dissemos que animais não gostam de veterinários, principalmente, quando ficam presos em gaiolas, esperando pelos procedimentos.

Por instinto, eles sabem que tem alguma coisa errada e querem apenas sair dali, principalmente, quando estão realmente doentes.

 

A NOBREZA NA PROFISSÃO DE AUXILIAR DE VETERINÁRIA

Neste caso, a melhor atitude para acalmar esses bichinhos, é ser cuidadoso e atencioso, e que não os trate como se tivessem a obrigação de entender porque estão ali.

E sabe como você pode aprender isso? Exatamente! Cuidando de animais e é aí que está um segredinho para entrar no mercado de trabalho do auxiliar de veterinária.

A melhor maneira de começar, é se oferecer para cuidar de animais de estimação ou, arranjar um emprego em um Petshop, de preferência, com serviços de banho e tosa.

Isso tem duas vantagens, porque você tem a chance de aprender e também, já descobre se realmente leva jeito para trabalhar com animais.

Fora o fato de que, o dinheiro que ganhar, irá te ajudar a pagar o curso livre de auxiliar de veterináriae também, te permitirá conhecer veterinários.

E porque é importante conhecê-los? Bom, este é um outro assunto e talvez seja melhor tratar dele em separado.

O MERCADO DE TRABALHO DO AUXILIAR DE VETERINÁRIA

A esta altura, você já deve ter entendido mais ou menos, onde trabalha o auxiliar de veterinária.

No entanto, vamos esquecer um pouco os locais de trabalho e pensar no mercado.

E nem precisamos pensar especificamente no mercado para auxiliar de veterinária, vamos pensar no geral.

Você sabe qual o tipo de profissional mais em falta, em qualquer área? O profissional que se importa com o que faz.

Que é responsável, que cumpre horários, que tem iniciativa.

Também quem se preocupa com a qualidade de seu trabalho, independente de ganhar bem ou não.

Isso não é fácil, não é mesmo? Como é que você vai se importar com o seu trabalho se não ganha o suficiente para sobreviver?

Bom, este não é um jeito correto de pensar o problema. Você precisa começar a trabalhar em algum lugar, certo? Ninguém ganha bem no começo e ninguém vai te dar uma boa chance, a menos que você prove que merece.

Imagine um auxiliar de veterinária que vive esquecendo os horários dos remédios, ou que não tem paciência com os animais.

Quantas chances você acha que este profissional terá no mercado? Assim que aparecer alguém melhor, ou até antes disso, será demitido.

E sabe um outro detalhe importante no mercado? Os empregos anteriores; sim, seu  currículo.

E aí você pensa: “poxa, mas, eu nunca trabalhei, como é que vou ter currículo?”

Mas é justamente essa a questão. Estamos falando de você arranjar um primeiro emprego, mesmo sem ter experiência, digamos, num pequeno Petshop.

Talvez, um emprego de meio período, como atendente de balcão, por exemplo; e mesmo neste emprego, mostrar suas qualidades.

Principalmente, ser uma pessoa interessada e comunicativa, que aproveita a oportunidade para conhecer outros profissionais da área, incluindo veterinários.

Isso vai te ajudar a ser percebida, como uma pessoa que talvez mereça uma chance, compreende?

E depois, os salários não são necessariamente ruins, por isso, vamos falar um pouco sobre este assunto.

QUANTO GANHA O AUXILIAR DE VETERINÁRIA?

Neste começo que estamos desenhando juntos, você ainda não é auxiliar de veterinária, por isso, dependendo do emprego, pode ganhar pouco.

Como atendente em um Petshop, por exemplo, pode ser apenas um salário-mínimo, ou menos, se for um trabalho de meio período.

Mas, há uma boa oportunidade escondida nesse trabalho: cuidar dos animais de estimação dos clientes.

Sabe aquela senhora que ama mais o seu cachorro do que os seus filhos ou netos? Pois é, aquela senhora pode ter que viajar de vez em quando, sem poder levar seu bichinho.

Há muitas pessoas que tem este tipo de problema e o melhor lugar para encontrá-las, é em umPetshop, ou nos anúncios de empregos temporários.

Mas, a vantagem do Petshop, é que o cliente já te conhece, sabe como você trata os animais e se te achar confiável, pode te dar uma chance.

Uma vez que cuidar de um deles, se fizer um bom trabalho, arranjará outros trabalhos.

E acredite: estas pessoas pagam muito bem quando acham bons cuidadores. Sabe porquê?

Porque não estão nem aí para quanto ganha o auxiliar de veterinária, o que elas querem é ter a certeza de que seus companheiros serão bem cuidados.

É um trabalho de confiança e confiança você conquista com muito esforço, compreende?

Ou seja, é até possível que você ache um caminho próprio cuidando de animais domésticos, sem sequer partir para o curso livre de auxiliar de veterinária.

Mas, se continuar e fizer o curso, o salário mais baixo da categoria, começa em cerca de R$ 1300,00, o que não é muito, mas é um começo.

Porque você deve lembrar o que falamos várias vezes: neste ramo, a confiança no seu trabalho faz muita diferença!

E não apenas com o cuidado dos animais, por isso, vamos dar um exemplo, para te ajudar a enxergar algumas possibilidades.

AS POSSIBILIDADES ESCONDIDAS NO TRABALHO COMO AUXILIAR DE VETERINÁRIA

Você já entendeu que o mercado de trabalho do auxiliar de veterinária não é tão restrito quanto parece, mas, vamos para um exemplo clássico.

Digamos que você conseguiu um emprego em uma clínica pequena, mas, como ainda não se formou, nem tem  experiência, te colocaram como recepcionista.

Ok, é um começo. Mas, com algum tempo, começaram a te pedir para cuidar do recebimento e estocagem dos materiais da clínica.

No princípio, apenas um favor, que por acaso, você descobre ser capaz de fazer muito bem. Digamos que apesar de querer ser auxiliar de veterinária, o que aquela clínica realmente precisa, é de alguém que organize os estoques.Você faz isso bem e com mais algum tempo, a veterinária, dona da clínica, percebe que você é responsável e confiável.

Deste ponto em diante, não há um limite para o que pode acontecer, sabe porque?

Porque veterinários são bons com animais, mas, podem ser ruins com outras coisas.

E você pode descobrir que administrar uma clínica é uma boa opção para você e ainda, trabalhar próxima dos animais de que tanto gosta.

Neste caso, quanto vale o trabalho de alguém que cuida de todo o negócio, ainda que não cuide diretamente dos animais?

Isso mesmo que você pensou. Não tem um valor definido pelo mercado, mas, pela necessidade da clínica e pela confiança que a veterinária deposita em você.

Mas, aí você retruca: “tudo isso é muito bonito, mas, já tentei de todo jeito e não consigo um emprego para começar, em lugar nenhum, porque não tenho experiência”.

Bom, mesmo que seja este o caso, ainda existe uma alternativa que você pode gostar, mesmo que não dê dinheiro no início, vamos ver qual é?

JÁ TENTEI E NÃO CONSEGUI UM EMPREGO DE AUXILIAR DE VETERINÁRIA PARA COMEÇAR! O QUE FAÇO?

Pois é, essa possibilidade sempre existe, infelizmente. Mas, desanimar ou se desesperar não vai resolver a situação, não é mesmo?

Então, pode ser necessário dar um passo para trás e procurar qualquer emprego, apenas para ter uma primeira experiência de trabalho.

Pode não ser o que você quer, mas, pense nisso como um pequeno passo rumo ao seu sonho.

Até porque, com este primeiro emprego (qualquer um que você conseguir), para não desanimar, você pode partir direto para o curso livre de auxiliar de veterinária.

OS CURSOS LIVRES DE AUXILIAR DE VETERINÁRIA SÃO PROVIDENCIAIS PARA A PROFISSIONALIZAÇÃO

Eles são muito vantajosos como veremos adiante, e muito indicados para adolescentes.

Aliás, mesmo que você tenha 14 anos poderá aprender sobre auxiliar de veterinária, e assim sair na frente.

Veja a lista de vantagens de  participar de um curso livre:

  O valor é bem menor, graças a dinâmica no funcionamento;

  São curtos, pois a carga horária é enxuta, assim você conclui rapidamente;

  O foco do curso é em transmitir o que é essencial para você aprender sobre o trabalho;

  Os horários das aulas são muito flexíveis, você estuda de acordo com sua disponibilidade (à noite, fins de semana, ou como preferir);

  Não existe pré-requisitos;

  São democráticos pois todos os alunos são tratados igualmente.

E você  estuda com total autonomia no conforto de sua casa, através do seu smartphone, tablete, PC ou notebook.

Pense que quando terminar, você terá uma experiência de emprego comprovada e também, o diploma do curso.

E para melhorar as suas chances, há uma última coisa que você pode fazer e que provavelmente te dará prazer.

Se ofereça para auxiliar alguma ONG que cuida de animais. Você sabe o que é isso, certo?

São Organizações Não Governamentais, que trabalham para melhorar a sociedade de alguma forma e muitas delas, se dedicam a animais abandonados.

Como não tem muito dinheiro, normalmente, aceitam a ajuda de qualquer pessoa interessada e pode ser uma chance única de mostrar seu amor pelos animais.

Além disso, quando voltar ao mercado, para procurar seu primeiro emprego como auxiliar de veterinária, terá mais uma experiência para mostrar.

Você já sabe como é trabalhar, ainda que em outra área.

Já fez o curso e também, pode provar que ama os animais, porque dedicou seu tempo livre, de graça, para cuidar deles.

E neste ponto, acredite, isso será mais do que suficiente para conseguir algum emprego mais próximo do que você quer.

E quem sabe, descobrir, finalmente, a sua vocação.

 

CONCLUSÃO: VETERINÁRIA, SER OU NÃO SER?

É claro que se tudo der certo em seu caminho profissional como auxiliar de veterinária, a ideia de fazer uma faculdade deve surgir.

E quando acontecer, você provavelmente, já terá uma boa experiência e um salário razoável, mas, isso não importará muito.

Porque existem muitas universidades públicas excelentes para a formação em medicina veterinária.

E daí lá vem você de novo, se impondo limites e pensando: “mas, é difícil demais passar nessas públicas, vou ter que fazer cursinho e não vou poder pagar…”.

Em primeiro lugar, respire fundo; agora lembre-se que, quando chegar neste ponto, você será uma pessoa muito diferente do que é agora.

Já saberá muito bem o que quer e o que precisa fazer para conseguir e neste caso, se perceber que ser veterinária é o seu desejo, fará acontecer.

Porque você sabe qual é a melhor motivação que uma pessoa pode ter além da necessidade? É a certeza.

Com certeza do que quer, mesmo que decida pagar uma faculdade particular, você dará um jeito de fazer isso.

Por isso, não sofra por antecipação. Concentre-se no que pode fazer agora, para começar.

Depois você aprenderá naturalmente, como resolver estes e outros problemas mais complexos.

VEJA AGORA O RESUMO DE TUDO QUE VIMOS NESTE ARTIGO SOBRE O AUXILIAR DE VETERINÁRIA

  Vimos como você pode evoluir de um simples gosto pessoal por animais, para uma profissão estabelecida, como auxiliar de veterinária.

  Entendemos por alto o que faz uma profissional da área e também, vimos quanto pode ganhar no início.

  Vimos que o caminho, começa por um emprego simples e demos algumas alternativas para início, enquanto faz o curso livre, para aprender a profissão.

  Também enfatizamos que a coisa mais importante em qualquer profissão, é a responsabilidade pela qualidade do próprio trabalho.

  E, que, para começar, demonstrar seu amor ajudando uma ONG, pode ser uma boa ideia.

O curso de Auxiliar de Veterinário  terá a seguinte configuração:

·         100 horas, sendo:

o   60 horas em 20 encontros de sexta-feira das 19h às 22h.

o   20 horas de conteúdo online na plataforma.

o   20 horas de prática profissional.

Conteúdos Presenciais:

·         Explanações Iniciais.

·         Anatomia e Fisiologia de Cães e Gatos.

·         Anatomia e Fisiologia de Cães e Gatos.

·         Gestação e Parto.

·         Nutrição dos Animais.

·         Medicina Preventiva.

·         Principais Doenças.

·         Os sinais vitais.

·         Primeiros Socorros.

·         Auxílio a cirurgia.

·         Mais informações de primeiros socorros e auxílio a cirurgia.

·         Aplicação de Medicamentos.

·         Instrumentação Cirúrgica.

·         Mais informações de aplicação de medicamentos e instrumentação cirúrgica.

·         Aplicação de Medicamentos.

·         Mais informações de Aplicação de Medicamentos.

·         Contenção e Transporte de Animais.

·         Espécies Exóticas e Alguns Pássaros.

·         Trabalho em Equipe.

·         Atendimento ao Público.