Unidades: São Paulo: Santo Amaro (11) 5687-2245 - Jabaquara (11) 4858-1551 - Votuporanga (17) 3422-8558 - Unidade Natal-RN (84) 4042-2040

Detalhes do Artigo

Dicas de sucesso para estudar a distância e organização do tempo

Dicas de sucesso para estudar a distância e organização do tempo

Vamos começar esse texto contando uma verdade que pode surpreender muita gente: fazer um curso a distância é legal, é dinâmico, mas vai exigir bastante dedicação e senso de compromisso por parte do estudante.

Pois é! A flexibilidade de tempo e a possibilidade de estudar de casa são duas vantagens que precisam ser muito bem administradas para tirar o melhor proveito do curso e fazer valer todo o investimento de tempo e dinheiro.

Como estudar a distância está se tornando cada vez mais popular e mais cedo ou mais tarde você pode ter que encarar essa modalidade de ensino seja na forma de uma graduação ou apenas alguma disciplina do curso, na s-graduação, em um curso técnico ou livre (como de idiomas, por exemplo) é bom saber exatamente o que fazer para extrair o melhor desse formato!

Para obter sucesso em qualquer área da vida, precisa-se de um mínimo de organização. No ensino a distância o aluno organiza sozinho seus horios de aula e de estudos, sua agenda e suas tarefas.

O Ensino a Distância (EAD) se mostrou muito mais acessível que a modalidade presencial em diversos aspectos e os motivos pelos quais um aluno decide estudar a distância são dos mais variados. Poder trocar uma sala de aula pelo conforto da própria casa, realizar outras tarefas enquanto estuda, não precisar se deslocar até outra cidade ou até a faculdade e elaborar os próprios horários são apenas alguns exemplos.

Outro fator importante que leva à escolha de estudar a distância é o financeiro. Muitos não têm condões de arcar com as despesas de um curso presencial e optam por fazer uma graduação de qualidade sem sair de casa. No entanto, uma das principais vantagens em se fazer um curso a distância é, sem vida, a economia de tempo, já que o próprio aluno faz os seus horios de acordo com a sua disponibilidade. E para aproveitar melhor esse benefício é preciso saber se organizar.

Ao contrio do que muitos pensam uma graduação a distância pode exigir muito mais do aluno do que uma graduação presencial. Apesar de todas as vantagens oferecidas, muita dedicação e força de vontade devem ser aplicadas para que a formação seja a melhor possível.

Estudar a distância é a modalidade de ensino que mais cresce no mundo, até porque o estudo presencial nem sempre é de fácil acesso a todos: as aulas muitas vezes não se encaixam no cotidiano das pessoas, seja pela dificuldade de chegar ao curso, de conciliar aulas, trabalho e vida pessoal etc.

Levando dados como este em consideração, a cada dia surgem oportunidades de estudar a distância com soluções adaptadas aos alunos, para que possam montar sua ppria rotina de forma prática e produtiva para terem bons resultados. Estudar a distância oferece flexibilidade e por causa disso muitas pessoas estão tendo resultados incríveis. Mas para atingir os objetivos, é preciso organização.

Com a educação a distância você consegue economizar tempo, dinheiro e ser mais eficaz, por exemplo agora no segundo semestre de 2017 temos uma série de feriados, quem estuda presencial está pagando por essas aulas e não as teo.

 

Dicas de estudo

Organize seu tempo: Apesar de ter horários flexíveis, é recomendável estabelecer hora certa para o estudo, criando uma rotina. É bom usar uma agenda para não perder compromissos e se manter focado.

Crie um ambiente: Se você pretende cumprir a maior parte do cronograma do curso em casa, crie um ambiente de estudo. Essa pode ser a solução para evitar distrações cotidianas.

Persevere: Estudar por conta ppria pode ser desafiador em diversos momentos. Não deixe que a rotina cansativa tire a sua motivação. Interaja sempre com os tutores e trace metas diárias de estudo.

Pergunte sempre: Uma das vantagens da educação à distância é que vo pode tirar suasvidas sem ficar com receio do que os outros alunos vão pensar de você. Em caso de dúvida, não hesite, recorra a seu tutor.

Não deixe para amanhã: Deixar os trabalhos para a última hora é uma péssima estratégia nos cursos à distância. Além de ter grandes chances de você produzir um trabalho de menor qualidade, nunca se sabe quando sua internet vai cair ou seu computador vai dar aquela travada. Para não perder o prazo, é melhor se adiantar.

Recompensa: Depois de alcançar alguma meta importante, como atingir uma boa nota em uma prova, ou terminar um longo trabalho no prazo definido, dê uma recompensa a si mesmo. Pode ser algumas horas de descanso, uma guloseima que você estava evitando ou até mesmo um presente. Isso ajuda a manter a motivação.

 

Passo-a-passo do sucesso

 

1. Planejamento

Antes de tudo, é necessário que você se planeje e organize os conteúdos a serem estudados. Em qual deles você tem mais dificuldade? Quanto tempo você pode gastar em cada um? Em qual horário você rende mais?

Escolha um peodo do dia para se dedicar completamente. Não se esqueça de organizar também o seu computador. Você pode criar pastas específicas referentes ao seu curso online para salvar os materiais de estudo em um mesmo ambiente, agilizando o processo.

 

2. Ambiente tranquilo

Não há regras para criar um ambiente ideal de estudos, pois isso depende de você e da sua personalidade. Há pessoas que preferem estudar em escrivaninhas, outras se concentram melhor estudando na cama. Apenas lembre-se: seja em sua casa ou em bibliotecas, estude em um ambiente sem perturbações e sem distrações!

 

3. Tecnologia a seu favor

Sabemos que ao mesmo tempo em que a internet é muito favorável aos estudos, ela também oferece diversas distrações, como as redes sociais. Por isso é preciso fazer um esforço para não dispersar e desperdiçar tempo. Atualmente, existem várias ferramentas, tais como o LeechBlock, Remember The Milk e Cold Turkey, que lhe ajudarão a manter a produtividade e a gerenciar as suas tarefas, bloqueando sites de entretenimento durante o peodo de estudos.

 

4. Exercícios

Não é porque você está estudando online que não deve levar os exercícios a sério. Afinal, é a partir deles que você colocará em prática tudo o que aprendeu e reforçará o seu conhecimento. Refaça as atividades que você errar quantas vezes for necessário, até conseguir assimilar a maria e compreender por que errou. Procure também materiais adicionais, pesquisando no Scholar Google ou em bibliotecas quando tiver vidas sobre determinado contdo e para aprofundar o seu conhecimento.

5. Resumos

 

Resuma o conteúdo com as suas palavras, assim fica mais fácil de fixar a matéria. Caso tenha dificuldades de memorização, uma boa dica é utilizar post-it ou flash cards (que também estão disponíveis on-line) para escrever palavras-chave.

 

6. Pausas

Para não se sobrecarregar, descanse entre um conteúdo e outro. Beba água, ouça músicas relaxantes, prepare um lanche, mas não tire sonecas, pois é provável que você durma mais que o desejado!

 

7. Ser participativo

Participe dos fóruns de discussão disponibilizados pelo curso online. Eles são importantes para tirar dúvidas, levantar questões e promover debates, sendo também uma forma de avaliação do aluno.

Não seja um estudante passivo! Se expresse e aproveite essa ferramenta que permite o dlogo para aprofundar seus conhecimentos. Lembre-se que socializar e desenvolver atividades cooperativas é importante, tanto no ambiente acadêmico quanto no social.

 

O crescimento EAD é impulsionado por uma mudança no perfil dos alunos:

 

Organização do Tempo

Como anda o seu tempo? Tem conseguido fazer tudo o que se propõe diariamente? Consegue conciliar vida pessoal e profissional sem que nenhuma delas fique prejudicada? Se as suas respostas para essas perguntas não são favoráveis, vale a pena ler este artigo e colocar em prática as nossas orientações!

 

Trabalhar por mais horas significa render mais?

Não. Mais do que quantidade, o ideal é conferir qualidade ao seu trabalho. Além disso, extrapolar o horio de expediente não é uma atitude bem vista nas empresas, sendo sinal de que o colaborador não sabe executar e administrar suas tarefas no tempo que lhe foi oferecido. Pesquisas da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Ecomico (OCDE) também confirmam que trabalhar por mais horas não significa render mais.

Os estudos revelam que, no Brasil, trabalha-se mais horas do que em vários países ricos do mundo. Porém, a produtividade no país ainda não é a ideal. Na Alemanha, por exemplo, a média semanal de trabalho é de 38 horas, seis a menos que a média semanal dos brasileiros. Mesmo assim, o trabalhador alemão consegue ser quatro vezes mais produtivo. Isso deixa claro que a administração adequada do tempo é a chave para obter melhores resultados no trabalho.

 

Administrar bem o tempo é essencial para ser um profissional eficiente

No contexto atual, em que a maioria das pessoas tem muitas tarefas e prazos curtos para cumpri-las, a boa organização do tempo se tornou uma prioridade para quem quer alcançar o sucesso. Muitos profissionais tentam resolver o maior mero de obrigações durante o expediente e acabam não realizando todas as atividades de modo eficaz na maioria das vezes, o que gera retrabalho, sobrecarga e estresse. Aprender a como administrar o tempo de modo eficaz é fundamental para estabelecer uma rotina mais produtiva e tranquila. Isso evita a exaustão física e mental, a má alimentão e a falta de criatividade. Esse desafio, porém, exige empenho e disciplina do profissional. Para fazer um ótimo trabalho e aumentar sua produtividade, algumas dicas de gestão do tempo no trabalho são bastante valiosas. Veja:

 

Liste suas atividades

Comece o dia enumerando todas as suas atividades, assim ficará mais fácil obter um panorama geral da quantidade de trabalho e do que deve ser priorizado. Estipule também prazos para a conclusão de cada tarefa e tente reduzi-los com o passar dos dias. Se quiser, utilize aplicativos que auxiliam nessa organização cronometrando o tempo das atividades. Ao logo do dia, marque o que foi feito e no fim do expediente, faça um rascunho dos compromissos do dia seguinte.

 

Tríade do tempo

Essa é uma eficiente ferramenta do Coaching, que ajuda a gerenciar o tempo da melhor forma. Resume-se em separar todas as tarefas por ordem de prioridade: importantes todas as atividades relevantes, necessárias e que trazem resultados a curto, médio ou longo prazo; urgentes atividades em cima da hora ou fora do prazo

estabelecido; circunstanciais atividades desnecessárias ou circunstanciais.

 

Tenha disciplina e comprometimento

Não adianta utilizar agendas, aplicativos ou qualquer tipo de organizador se você não tiver disciplina e comprometimento com seus compromissos e horários. Seguir o que foi planejado é extremamente importante para obter êxito no gerenciamento do tempo. Todas essas sugestões que servem como auxílio (agenda, aplicativos, lembretes

 

em celulares e outros), só vão surtir efeito, se junto a eles se você conseguir ser leal ao seu compromisso e se dedicar com vontade, caso contrio, todas as ideias e estratégias não servirão para nada.

 

Não deixe as tarefas para última hora

O costume de deixar para realizar os afazeres quando o tempo está se esgotando é comum e muito prejudicial para o rendimento, que possivelmente o trabalho não te tanta qualidade como quando é feito com calma.

 

Tenha foco

Concentre-se no que é realmente importante e evite distrações fora de hora, como telefonemas pessoais, conversas paralelas e redes sociais. Quando vo se distrai, leva em média 15 minutos para concentrar-se novamente. Para não perder o foco, crie o hábito de terminar o que começou antes de iniciar outra tarefa. Caso alguém ou algo venha interromper, antes de se desfocar completamente, faça uma anotação que possa te auxiliar para uma volta mais pida. De qualquer forma, tente deixar claro que você está em um estado de atenção focado e que precisa finalizar o que havia começado, não tenha medo de parecer antipático, apenas priorize o que é importante naquele momento e mantenha o foco.

 

Trabalhe em equipe

Se você tiver dificuldade para estipular o prazo sozinho, reúna sua equipe de trabalho e liste as prioridades. Quando mais de uma pessoa está comprometida com as tarefas, fica mais fácil lidar com o tempo, pois um colega ajuda o outro. O trabalho em equipe pode ser muito mais pido e prazeroso do que um trabalho que é feito sozinho e sem ajuda. Por isso, procure encontrar as pessoas certas para dividir aquele 'Job' que vai levar horas, otimize seu tempo e faça mais tarefas em menos tempo.

 

Delegue

Pessoas que têm a própria empresa costumam centralizar muitas obrigações por não conhecer o potencial de seus funcionários. Assim, é imprescindível descobrir os pontos fortes de cada colaborador e delegar o serviço. Isso otimiza a realização das tarefas e estimula a equipe. Assim como mencionamos no tópico anterior, o ideal é ter as pessoas certas trabalhando ao seu lado, contudo, você irá descobrir de fato quem é capaz de realizar certas tarefas, ao delegar. Por isso, não tenha medo de deixar algumas atividades nas os dos colaboradores, arrisque-se mais, conheça sua equipe, veja do que ela é capaz. e ainda tenha tempo para outras atividades.

 

Organize sua mesa e seu computador

Procurar documentos, relarios, planilhas e apresentações podem tomar bastante tempo de trabalho. Para melhorar sua produtividade, mantenha todo o material de escritório no seu devido lugar, use divisórias para documentos e organize as pastas virtuais de maneira eficiente e prática.

 

Deixe espaços entre as atividades

Sim, você deve ter tempo livre em sua agenda de trabalho. Isso não quer dizer que você ficará sem produzir, mas que novas tarefas podem aparecer. Com esses espaços livres em sua jornada será mais fácil fazer ajustes e encaixar demandas emergenciais.

 

Descanse e divirta-se

O corpo e a mente passam a trabalhar de forma mais lenta quando estão cansados. Para ampliar seu rendimento e gerenciar sua rotina de modo eficaz, é essencial ter uma boa noite de sono e fazer pequenos intervalos durante o expediente para relaxar. Uma mente descansada produz em menos tempo e com mais qualidade. Curtir a família, sair com os amigos, praticar esportes, ler e assistir a filmes durante as horas de folga também são atitudes que contribuem para um melhor rendimento profissional.

Seguindo essas dicas corretamente, você evitará imprevistos e estresse no dia a dia. Ao adotar esses hábitos, será mais fácil respeitar os prazos, trabalhar com disposição, aumentar a produtividade e melhorar sua qualidade de vida. Saber gerenciar seu tempo é maximizá-lo. É claro que o dia ainda te 24 horas, mas, se você administrar melhor o seu tempo, elas serão suficientes para realizar todas as suas tarefas.

 

Evolução do EaD no Brasil

A educação a distância é o processo de ensino e aprendizagem, mediado por tecnologias, onde professores e alunos estão separados espacial e temporalmente, na definição de Moran, em 1994.

É uma modalidade de ensino que supera os obstáculos criados pela distância e pelo tempo. Mas, diferente do que muitos pensam, não é recente.

Existem diversos registros quanto ao seu início, contudo é possível apontar para a Suécia em 1829, no Instituto ber Hermondes, com 150.000 usuários. E a Faculdade Sir Isaac Pitman foi a primeira escola por correspondência na Europa, em 1840, no Reino Unido.

Assim, as primeiras experiências remontam ao início do século XIX e ganharam impulso mundial. Hoje o ensino a distância, ou EAD, é um poderoso instrumento de ensino que utiliza recursos tecnológicos inovadores como apoio e transforma as práticas de ensino.

No Brasil ainda estamos caminhando nesta modalidade, com muito espaço para avançar. Olhando para trás, pesquisas indicam que o EAD surgiu no Brasil em 1904, quando as Escolas Internacionais, representação de uma organização norte-americana, lançaram alguns cursos por correspondência.

E a partir de 1930 ganhou mais ênfase, com enfoque e atuação alternativa para o ensino profissionalizante.

É possível que as primeiras experiências sobre o tema não tenham apresentado registros, mas entre os dados registrados temos as seguintes informações distribuídas no tempo:

 

1923

Um grupo liderado por Henrique Morize e Edgard Roquette-Pinto criou a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro que oferecia cursos de Português, Francês, Silvicultura, Literatura Francesa, Esperanto, Radiotelegrafia e Telefonia. Tinha início assim a Educação a Distância pelo dio brasileiro.

 

1934

Edgard Roquette-Pinto instalou a dioEscola Municipal no Rio, projeto para a então Secretaria Municipal de Educação do Distrito Federal. Os estudantes tinham acesso prévio a folhetos e esquemas de aulas, e também era utilizada correspondência para contato com estudantes.

 

1947

Surge a nova Universidade do Ar, patrocinada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Serviço Social do Comércio (Sesc) e emissoras associadas. Seu objetivo era oferecer cursos comerciais radiofônicos. Os alunos estudavam nas apostilas e corrigiam exercícios com o auxílio dos monitores. A experiência durou até 1961, entretanto a experiência do Senac com a Educação a Distância continua até hoje.

 

1959

A Diocese de Natal, Rio Grande do Norte, cria algumas escolas radiofônicas, dando origem ao Movimento de Educação de Base (MEB), marco na educação a distância não formal no Brasil. O MEB, envolvendo a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e o Governo Federal utilizou- -se inicialmente de um sistema rádio-educativo para a democratização do acesso à educação, promovendo o letramento de jovens e adultos.

 

1962

É fundada, em São Paulo, a Ocidental School, de origem americana, focada no campo da eletrônica.

 

1967

O Instituto Brasileiro de Administração Municipal inicia suas atividades na área de educação pública, utilizando-se de metodologia de ensino por correspondência.

A Fundação Padre Landell de Moura criou seu cleo de Educação a Distância, com metodologia de ensino por correspondência e via rádio.

 

1970

Surge o Projeto Minerva, um convênio entre o Minisrio da Educação, a Fundão Padre Landell de Moura e Fundação Padre Anchieta, cuja meta era a utilização do rádio para a educação e a inclusão social de adultos. O projeto foi mantido até o início da década de 1980.

 

1974

Surge o Instituto Padre Reus e na TV Ceará começam os cursos das antigas 5ª à 8ª séries (atuais 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental), com material televisivo, impresso e monitores.

 

1976

Criado o Sistema Nacional de Teleducação, com cursos através de material instrucional.

 

1979

A Universidade de Brasília, pioneira no uso da educação a distância, no ensino superior no Brasil, cria cursos veiculados por jornais e revistas, que em 1989 é transformado no Centro de Educação Aberta, Continuada, a Distância (CEAD).

 

1981

Fundado o Centro Internacional de Estudos Regulares (CIER) do Colégio Anglo Americano que oferecia ensino fundamental e médio a distância. O objetivo do CIER é permitir que crianças, cujas famílias mudem-se temporariamente para o exterior, continuem a estudar pelo sistema educacional brasileiro.

 

1983

O Senac desenvolveu uma série de programas radiofônicos sobre orientação profissional na área de corcio e serviços, denominadaAbrindo Caminhos”.

1991

O programa “Jornal da Educação Edição do Professor”, concebido e produzido pela Fundão Roquete-Pinto tem início e em 1995 com o nome “Um salto para o Futuro”, foi incorporado à TV Escola (canal educativo da Secretaria de Educação a Distância do Ministério da Educação) tornando-se um marco na educação a distância nacional. É um programa para a formação continuada e aperfeiçoamento de professores, principalmente do ensino fundamental e alunos dos cursos de magisrio. Atinge por ano mais de 250 mil docentes em todo o país.

 

1992

É criada a Universidade Aberta de Brasília, acontecimento bastante importante.

 

1995

Criado o Centro Nacional de Educação a Distância.

A Secretaria Municipal de Educação cria a MultiRio (RJ), que ministra cursos do 6º ao 9º ano através de programas televisivos e material impresso. Ainda em 1995, foi criado o Programa TV Escola da Secretaria de Educação a Distância do MEC.

 

1996

Criada a Secretaria de Educação a Distância (SEED) pelo Minisrio da Educação, dentro de uma política que privilegia a democratização e a qualidade da educação brasileira.

É neste ano também que a Educação a Distância surge oficialmente no Brasil, sendo as bases legais para essa modalidade de educação estabelecidas pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, embora somente regulamentada em 20 de dezembro de 2005 pelo Decreto n° 5.622 (BRASIL, 2005) que revogou os Decretos n° 2.494 de 10/02/98, e n° 2.561 de 27/04/98, com normatização definida na Portaria Ministerial n° 4.361 de 2004 (Portal do Ministério da Educação, 2010).

 

2000

É constituída a UniRede, Rede de Educação Superior a Distância, consórcio que reúne atualmente 70 instituições públicas do Brasil comprometidas na democratizão do acesso à educação de qualidade, por meio da educação a distância, oferecendo cursos de graduação, pós-graduão e extensão.

Nasce o Centro de Educação a Distância do Estado do Rio de Janeiro (CEDERJ), com a assinatura de um documento que inaugurava a parceria entre o Governo do Estado do Rio de Janeiro, por intermédio da Secretaria de Ciência e Tecnologia, as universidades blicas e as prefeituras do Estado do Rio de Janeiro.

 

2002

O CEDERJ é incorporado a Fundação Centro de Ciências de Educação Superior a Distância do Rio de Janeiro (Fundação CECIERJ).

 

2004

Vários programas para a formação inicial e continuada de professores da rede blica, por meio da EAD, foram implantados pelo MEC. Entre eles o Proletramento e o Mídias na Educação. Estas ações conflagraram na criação do Sistema Universidade Aberta do Brasil.

 

2005

Criada a Universidade Aberta do Brasil, uma parceria entre o MEC, estados e municípios, integrando cursos, pesquisas e programas de educação superior a distância.

 

2006

Entra em vigor o Decreto n° 5.773, de 09 de maio de 2006, que dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação de instituões de educação superior e cursos superiores de graduação e sequenciais no sistema federal de ensino, incluindo os da modalidade a distância (BRASIL, 2006).

 

2007

Entra em vigor o Decreto no 6.303, de 12 de dezembro de 2007, que altera dispositivos do Decreto n° 5.622 e estabelece as diretrizes e bases da educação nacional (BRASIL, 2007).

 

2008

Em São Paulo, uma Lei permite o ensino médio a distância, onde até 20% da carga horária pode ser não presencial.

 

2009

Entra em vigor a Portaria nº 10, de 02 julho de 2009, que fixa critérios para a dispensa de avaliação in loco e deu outras providências para a educação a distância no ensino superior no Brasil (BRASIL, 2009).

 

Hoje

Quer aperfeiçoar seu tempo, pagar menos e ter muita qualidade no ensino, faça um curso EAD conosco, nos procure e faça a sua matrícula.