Unidades: São Paulo: Santo Amaro (11) 5687-2245 - Jabaquara (11) 4858-1551 - Votuporanga (17) 3422-8558 - Unidade Natal-RN (84) 4042-2040

Detalhes da Artigo

Um pouco sobre a Radiologia

A Radiologia é uma área da medicina que permite obter imagens do corpo com a finalidade de identificar anomalias que expliquem os sintomas como parte do processo de diagnóstico e, além disso, radiologia permite efetuar certas intervenções com objetivo de tratamento ao direcionar os procedimentos radiológicos e inclusive usar as radiações como tratamento. É uma área médica altamente especializada que se apoia diretamente na tecnologia.

A radiologia possui papel importante na prática médica atual, pois graças a ela é possível identificar diferentes lesões e inclusive classificá-las em fases ou estágios conforme as imagens radiológicas obtidas. Também permite saber o resultado de um tratamento.

Inicialmente as imagens radiológicas eram produzidas por Raio X. Posteriormente os equipamentos foram modernizando-se para permitir maior nitidez e, hoje em dia, contamos com a radiologia digital. Os principais estudos radiológicos são empregados no tórax, coluna, membros, mamas (mamografia) e crânio.

Atualmente a radiologia vai além do uso dos Raios X e das radiações eletromagnéticas. Ela utiliza outros mecanismos para obter imagens, como é o caso das ondas sonoras empregadas nos estudos de ultrassom, dos campos magnéticos para o estudo de ressonância magnética e da medicina nuclear que emprega pequenas quantidades de isótopos radioativos que são captados em estudos chamados radiação gama.

A radiologia intervencionista é um ramo da radiologia cujo, o técnico em radiologia realiza procedimentos para verificar diagnósticos e tratamentos através de procedimentos invasivos. Neste sentido, as mais praticadas são as arteriografias, que permitem visualizar o percurso de uma artéria e de suas ramificações logo após a injeção do contraste intravenoso. Isso possibilita identificar as dilatações anormais conhecidas como aneurisma, ou então, avaliar se o percurso do vaso sanguíneo se encontra ileso. Outro estudo realizado pelos médicos cardiologistas é o cateterismo que além de evidenciar as obstruções das artérias coronárias permite a realização de procedimentos de dilatação, conhecido como angioplastia, que inclusive aplica dispositivos que permitem manter o calibre do vaso permeável para garantir o fornecimento de sangue chamado de Stent.

A Radiologia Industrial é um método de inspeção muito utilizado na indústria. Consiste basicamente no técnico em radiologia realizar a aplicação de radiações ionizantes em determinada peça. A absorção diferenciada da radiação penetrante pela peça que está sendo inspecionada determina as possíveis falhas. Esse processo não destrutivo está vinculado principalmente no controle de qualidade de produtos e matérias que é realizado pelo técnico em radiologia.

A radiografia industrial é usada para detectar variação de uma região de um determinado material que apresenta uma diferença em espessura ou densidade comparada com uma região vizinha, em outras palavras, a radiografia é um método capaz de detectar com boas sensibilidade defeitos volumétricos.

A diferença entre a Radiologia Industrial e Radiografia Industrial é muito simples. O termo radiologia é uma denominação geral para o uso das radiações ionizantes em processos industriais que envolvem diversas aplicações, já a Radiografia Industrial é um exemplo desses processos industriais, onde se faz uso de um aparelho gerador de radiação (Raios-X) para a produção e visualização de imagens de peças. Dentro dos Ensaios Não Destrutivos, a Radiologia Industrial tem seu papel em industriais petroquímicas como a Petrobras e em outras indústrias de petróleo. Utilizada também para o controle de qualidade em peças soldadas e fundidas em fábricas automobilísticas e siderúrgicas. Na área militar para inspeção de armamentos, explosivos, munições, tanques, navios, aviões e mísseis. A Radiologia Industrial também possui importante função na Aviação, onde são realizadas radiografias de peças importantes de aeronaves comerciais. Peças e assessórios nos jatos e aviões de pequeno e médio porte também são inspecionados por esse método. A Inspeção de Segurança é outra área da Radiologia Industrial, nessa são incluídas a inspeção de portos, aeroportos e rodovias, através de equipamentos chamados Scanners que realizam a imagem do interior de containers, bagagens, malas de carros, roupas e até interior do corpo de pessoas, também utilizada na segurança de eventos e presídios. Outra aplicação é a Irradiação de Alimentos, que eliminam fungos e bactérias, conservando a utilidade e aumentado o prazo de validade de diversos alimentos, de legumes a biscoitos.

A radiologia veterinária é definida como a parte da ciência que estuda os órgãos e estruturas internas do corpo com o auxílio de equipamentos que emitem feixes de radiação para formar imagens realizadas pelo técnico em radiologia. Existem, até mesmo na veterinária, diversas técnicas, dentre elas umas mais atuais e outras mais específicas para cada situação.

O diagnóstico por imagem é de extrema importância, uma vez que um bom profissional veterinário, não é aquele que bate o olho no animal e o diagnostica, e sim aquele que faz um bom exame clínico, e a partir do que o animal e o dono o apresentam, sabe exatamente como prosseguir com os exames complementares (laboratoriais, histológicos, de imagem, etc.) que estão a sua disposição e auxiliarão a fechar um diagnóstico correto e seguro. Por se tratar da visualização de estruturas não visíveis a olho nu, geralmente, esse tipo de exame, na Medicina Veterinária, é utilizado para determinações clínicas, e principalmente, cirurgias.

Com a evolução do mercado de Pets no Brasil, o que antes era particularidade de hospitais de grandes centros e hospitais veterinários universitários, onde os alunos necessitam dos equipamentos para ter um primeiro contato, vem se tornando cada dia mais acessível a toda a população.

Com o objetivo de aumentar cada vez mais a praticidade, muitos equipamentos já são construídos visando sua área de atuação, como um aparelho de Raio X portátil, principalmente para sua utilização em animais de grande porte, pois transportar um cavalo ou um bovino de uma área externa para uma sala é de extrema dificuldade. O mesmo se dá com aparelhos de ultrassonografia também portáteis, levando a tecnologia até onde ela é necessária. Além da praticidade, outra vertente que amplia esse mercado são os novos equipamentos que vêm sendo fabricados de forma a abaixar o custo, tanto para clínicas terem condições de o obterem, quanto para daí poderem realizar exames com um menor custo, com a intenção de que um proprietário de baixo poder aquisitivo não precise voltar para casa com seu animal doente por não ter como arcar com suas despesas.

Hoje, para clínicas veterinárias de animais de pequeno porte, os equipamentos de Raios-X mais comercializados são aqueles que não necessitam de uma preparação especial da sala em que serão montados, até mesmo porque geralmente a preparação da sala fica em um custo ainda mais alto que o próprio aparelho, e apesar de serem menos potentes, conseguem suprir sua necessidade e fácil manuseio pelo técnico em radiologia.

Professor Icaro Andrade